RESENHA | Nossa Música - Dani Atkins

4 de dezembro de 2018

Um livro feito para emocionar e devastar! Talvez "Nossa Música" tenha uma capa muito inocente para uma história com emoções tão viscerais, para sentimentos tão profundos que farão o leitor sentir a dor sentida pelos personagens... Não mesmo! Eu não estava preparada para essa leitura, mas sou extremamente grata por tê-la feito, porque se tornou um dos meus livros favoritos do ano, mesmo que tenha me deixado devastada e, literalmente, me feito chorar nas últimas páginas.


Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte.

Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.

Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.


Romance | Drama |  368 páginas | 2017 | Editora Arqueiro

Classificação: 5/5 + ❤


Em uma narrativa intensa, a autora conduz o leitor pela história dos protagonistas mesclando o passado e o presente, fazendo considerações sobre o futuro e o impacto que sofrerá pelos acontecimentos e decisões atuais. Duas protagonistas, duas narradoras (narrativa em primeira pessoa), passado e presente... apesar de parecer confuso (o que pode ser um pouco no início) a história flui naturalmente, porque a dinâmica da narrativa é facilmente percebida e compreendida. A forma como a autora leva a história, como apresenta os personagens e as situações é um diferencial que merece destaque nesse livro, sendo esse um mérito da autora que poderia ter tornado o desenvolvimento complicado não fosse a habilidade e maestria de pontuar os acontecimentos, mesmo que seja um constante "vai e vem" no tempo.

Uma história com personagens incrivelmente humanos e bem construídos, com personalidades marcantes, que tornam fácil para o leitor criar empatia e gostar dos mesmos (cabendo uma ressalva a uma das protagonistas - Charlotte - que não me conquistou tanto assim). Até certo ponto os comportamentos parecem ser perfeitos beirando a ilusão, mas aos poucos as situações vão mostrando que mesmo aqueles que pareciam impecáveis cometem deslizes tentando acertar, buscam contornar problemas criados pelas emoções e pelos erros enquanto amadurecem.

Emoções... esse livro é uma excursão por elas, é uma história que vai partindo o coração do leitor aos pouquinhos, na qual nenhum personagem merece ou deve ser julgado, mesmo que seja fácil fazer isso, é importante tentar compreender as atitudes, as escolhas de cada um... e essas escolhas colocam cada um dos personagens no momento de encontro que o livro contará, são elas que constroem e destroem cada um deles e lhes transforma. Um livro que, mesmo criando situações um tanto improváveis na vida dada às causalidades duvidosas do destino, faz com que o leitor se coloque na situação de cada um dos personagens e faz com que a história ganhe outra dimensão com uma profundidade tão grande que deixa marcas levando o leitor à reflexão sobre a vida.


Romance e drama misturados em uma história capaz de tocar o coração e fazer o leitor sentir a felicidade, a dor, o alívio, a apreensão... cada página, cada descrição, cada momento retratado de forma tão precisa, cada sentimento se torna real, se torna sentido pelo leitor impossível de ficar alheio àquilo que os personagens estão vivendo.

Ao longo da leitura uma reflexão pode ser feita sobre a história que traz à tona a inegável transitoriedade e vulnerabilidade da vida, o que realmente importa, as pessoas que temos ao nosso lado nos momentos importantes e com quem podemos contar para compartilhar felicidades e ter amparo nas dificuldades; e, também, uma certeza de que todos erramos e acertamos, cada um tem um passado e seus temores.

O primor dessa história está na facilidade com a qual a autora transporta o leitor para dentro das páginas, é muito fácil "se perder" nessa história e não ter vontade de largar o livro até terminar... mas o ponto que merece destaque é a sensibilidade com que a autora trata os sentimentos dos personagens e como os retrata com tanta intensidade que o leitor sente aquilo que está descrito em palavras, os sentimentos contraditórios, os medos, as dúvidas. Sutileza, delicadeza e sensibilidade são alguns dos adjetivos que podem caracterizar a forma com a autora conduz a história nessa narrativa distinta, rica e muito singular desde a construção das frases à construção da história.

É difícil falar sobre um livro que mexe tanto com o emocional, que impacta e aquece o coração ao mesmo tempo, uma história que mostra "os dois lados da moeda", que mostra os opostos; uma história que me marcou e levarei comigo; é muito difícil expressar o quanto esse livro foi lindo, mas ao mesmo me rasgou, mas a quem se interessou eu digo "LEIA, NÃO IRÁ SE ARREPENDER".


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

O livro ganhou 5 estrelas, além da classificação "favorito", mas eu preciso fazer uma ressalva quanto ao tamanho dos capítulos que são longuíííísimos. É um fator que pode pesar negativamente na experiência literária de alguns leitores, especialmente daqueles que não gostam de interromper a leitura sem concluir o capítulo (eu!!), mas a autora soube equilibrar o tamanho dos capítulos no momento em que criou divisões para as narrativas distintas das protagonistas e, também, quando é passado e presente, o que permite a interrupção do capítulo sem que seja abrupta, pois é subdividido. Além disso, particularmente, eu gostaria de um epílogo muito maior, senti falta de um complemento nesse final, mas isso não pesou negativamente na minha avaliação.

E para praticar a empatia... você pode achar os outros insensíveis, mas sabe quais são os fantasmas que lhe atormentam? Quais decisões que você considera condenáveis teriam sido as mesmas que você tomaria caso estivesse vivendo a mesma situação?

23 comentários

  1. Olá!
    Eu ainda não conhecia esse livro, nem sei em que mundo vivo por isso haha Mas eu confesso que me interessei bastante depois da sua resenha. Não estou lendo muitos romances ultimamente, mas eu sempre abro algumas exceções quando o livro mexe bastante com o emocional, eu particularmente adoro. Amei a resenha, espero conseguir ler o livro (e capa tá linda, né?).
    Beijos!
    our-constellations.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, tudo bem? Obrigada pela visita e pelo comentário. Se eu tivesse que dizer se esse livro é mais romance ou mais drama, ficaria sem saber o que dizer... é quase como se ele fosse dividido entre passado/romance e presente/drama, misturado a um turbilhão de outros sentimentos.. é lindo e destruidor de coração. Espero que goste! Depois me conta o que achou. Beijos, Adri

      Excluir
  2. Oi, Adri
    Quando esse livro estourou todo mundo falava maravilhas sobre ele, e pelo visto não estão errados. O meu único problema e o que me impede de ler esse e o outro da autora é porque já li um livro dela, Uma curva no tempo, e me emocionou de uma forma tão grande que fiquei com aquele receio de acabar passando pela mesma situação, e pelo que percebo, os livros da Dani são exatamente assim. Não sei se meu emocional está bom para esse tipo de experiência ainda.

    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mika! Esse outro livro da Dani Atkins tá na minha lista de desejado e já tinha lido que é bem emocionante também, mas se for no mesmo estilo de "Nossa Música" também vou dar um tempo até ler, porque esse livro mexeu demais comigo... acho que esse é o diferencial da autora! Drama pra acabar com o coração do leitor! Beijos, Adri

      Excluir
  3. Oii!
    Realmente não parece ser tão emocionante assim pela capa! Nunca li nada dessa autora, mas gostaria!
    Já faz um tempão que não choro com um livro, fiquei curiosa, hahah
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, tudo bem? Te digo que esse é o livro para chorar então, mas isso vai lá pro finalzinho, então não desiste! A autora vai trabalhando as emoções até chegar no ponto em que ela arrasa com o coração do leitor. Boa leitura. Beijos, Adri

      Excluir
  4. Amei demais a resenha! Agora estou ainda mais curiosa para ler! Os capítulos longos me preocupam mas com tanto ponto positivo que você levantou, não deixarei passar a oportunidade de conhecer essa história!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, tudo bem? Obrigada pela visita e pelo comentário. Eu me incomodei um pouco com os capítulos longos, no início, faz isso se tornou um detalhe insignificante a medida que a história evoluiu e, nossa, depois de certos momentos tu nem nota mais esse detalhe. Espero que goste da leitura! Beijos, Adri

      Excluir
  5. Oi, Adri! Tudo bom?
    Eu nunca me interessei muito por esse livro, acho que título + sinopse não me ganham o suficiente pra me arriscar na leitura. Vi várias resenhas positivas e acho legal como a história gera empatia e tantas emoções, mas ainda falta aquele TCHAN pra me ganhar.
    Excelente resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, tudo bem e contigo? Te entendo, comigo acontece muito de não sentir tanta empolgação por alguns livros, mesmo que outro leitor diga que é 'UAU, O LIVRO MAIS MARAVILHOSO'. Espero que um dia, quem sabe, a vontade de ler esse livro, em especial, surja por aí, porque afirmo que vale muito a leitura. Beijos, Adri

      Excluir
  6. Oiii Adri

    Ainda não tinha visto a mudança de layout do blog, amei, ficou muito lindo, arrasou. Amo cores suaves, combinou demais e deu um aspecto clean que eu adoro.
    Quanto ao livro, a trama ja me parecia bem envolvente e fiquei empolagada em ler tua resenha e ver o quanto a história mexeu contigo e te prendeu, com certeza darei uma oportunidade, só desanima esses capitulos mega longos, isso geralmenteme cansa, vou deixar pra ler nas férias quando geralmente disponho de mais tempo e desfruto melhor livros com capitulos assim.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, tudo bem? Ah, nossa, muito obrigada, eu também adorei (na verdade fico babando toda vez que abro o blog, hahaha) e é ótimo saber que para quem está visitando também ficou gostoso de ver. Sobre o livro, é uma ótima ideia para ler nas férias, mas tem risco de te deixar bem emotiva também.. a história é tocante demais, eu fico pensando e repensando no livro até hoje. Boa leitura! Beijos, Adri

      Excluir
  7. A capa é fofa *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thalita, obrigada pela visita e pelo comentário. É mesmo, não é? Mas não se deixe enganar, porque essa capa é inocente para a história intensa do livro. Beijos, Adri

      Excluir
  8. Hi, tudo numa nice?!
    Eu tinha visto esse livro por aí, mas não tinha me interessado. Grande parte porque sabia que seria um romance, e outra parte por causa da autora. Devido a resenhas de livros dela que já vi pensei que a obra poderia não ser muito meu estilo.
    Acho que narrativas com perspectivas do futuro são angustiantes e faz o leitor ficar apreensivo - e nervoso no meu caso - para saber logo o que acontece. Eu não curto capítulos muito longos, às vezes fica enfadonho e o ritmo da leitura acaba se perdendo. Mas é legal quando um livro mexe com a gente da forma que mexeu contigo.
    Acontece mesmo de muitas editoras aqui do Brasil descaracterizar uma capa ou torná-la ingênua como você falou, às vezes não fazendo jus a estória.
    Que bom que a leitura foi proveitosa para você. A melhor parte é isso.
    XO XO
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alana, tudo bem e contigo? Esse livro tem essa pegada dramática bem acentuada e uma pitada de romance juvenil destacado, além de tratar sobre as questões familiares a história inteira, então ele tem essa questão dos gêneros literários bem definida. Espero que um dia possa dar uma chance à leitura, pois as resenhas são totalmente subjetivas e podemos nos surpreender com uma leitura mesmo que tenha lido alguma resenha que tenha apontado algumas coisas não tão atraentes no livro. Beijos, Adri

      Excluir
  9. Oi sua linda, tudo bem?
    Que resenha maravilhosa!! Bem que a Naty me falou que iria me emocionar e desejar esse livro na estante.
    Você acredita que não conhecia a obra? E como disse, olhando para a capa fofinha, jamais poderia imaginar que a obra traria todo esse misto de emoções.
    Vai para os desejados!
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca querida, tudo bem e contigo? Ahhh, tô dando pulinhos de felicidade que gostaram da resenha... foi difícil colocar em palavras algumas coisas que senti ao ler esse livro e queria muito alcançar outras pessoas, motivar à leitura dessa história. Espero realmente que goste e já estou ansiosa pra saber tua opinião. Beijos, Adri

      Excluir
  10. Oi Adri, tudo bem?
    Quando li resenhas sobre esse livro ano passado, eu não segurei a curiosidade e catei o final na internet para descobrir o que acontecia. Fiquei revoltada, achei injusto e não quis ler HAHAHA! Mas entendo quem ama e se emociona, parece intenso.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priih, tudo bem e contigo? Ahhhh, sério? Eu entendo a curiosidade e entendo a indignação (não quero falar muito pra não acabar dando spoiler e estragar a experiência de quem irá ler), mas te digo que vale a pena conhecer a história e os personagens... se der uma chance à leitura, acho que irá se apaixonar por eles e lhe fará refletir sobre várias coisas. Ao final, acho que é isso que levamos do livro, porque realmente é injusto e devastador. Beijos, Adri

      Excluir
  11. Oi, Adri

    Eu já li um livro da autora, Uma curva no tempo, e adorei. Eu particularmente adoro histórias com misturas temporais, então essa é uma característica que certamente me atrai. Acho o ponto de partida desta trama muito parecido com o livro que mencionei acima, mas mesmo assim sinto vontade de fazer essa leitura.
    Aii, também sou esse tipo de leitora que não gosta de parar uma leitura no meio do capítulo,então sofro quando o capítulo é grande demais! Rss

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros que trazem essa sensibilidade para a história. Parece lindo esse!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique! Eu também adoro, mas além da sensibilidade é preciso preparar o coração, porque ele arrasa com os sentimentos. Lindo e um misto de outros sentimentos. Beijos, Adri

      Excluir

Olá,

Sua opinião é importante para mim. O espaço abaixo serve para que possamos interagir, então espero que possa deixar seu comentário, crítica e/ou sugestão.
Se tiver blog, deixe o link para que eu possa retribuir sua visita assim que possível.
Obrigada!